Jornada de Obstetrícia e Ginecologia da Santa Casa de São Paulo

Dados do Trabalho


Título

SINDROME DO CHOQUE TOXICO POR ENDOMETRITE

Introdução

A Síndrome do Choque Tóxico (SCT) trata-se de um processo auto-inflamatório sistêmico imunomediado em resposta a algum agente. A SCT evolui com lesão tecidual e aumento da permeabilidade capilar, o que culmina em disfunção de múltiplos órgãos e choque. Esse trabalho tem como objetivo relatar um caso de puérpera que desenvolveu SCT por Streptococcus pyogenes.

Descrição do caso

Feminina, 33 anos, G2PC1PN1, puérpera 5 dias pós-parto normal, admitida com queixa de dor abdominal intensa irradiando para membros inferiores e dificuldade na deambulação, além de hiperemia em membros superiores. Ao exame apresentava regular estado geral, dispneica, taquicárdica e hipotensa. Visualizado exantema e edema de membro superior à direita. Aberto protocolo de sepse e iniciado antibioticoterapia. Evoluiu com alterações importantes dos exames laboratoriais com acometimento sistêmico como coagulopatia, injúria renal aguda, disfunção hepática e miocardite, com a hipótese de choque séptico. Resultado de hemocultura foi positiva para Streptococcus, corroborando a hipótese de Síndrome do Choque Tóxico. Apresentou piora clínica, indicado-se histerectomia devido endometrite e otimização da antibioticoterapia. Paciente evoluiu com melhora progressiva do quadro clínico e laboratorial. Recebeu alta hospitalar com antibioticoterapia oral e seguimento ambulatorial.

Relevância

O caso em questão se faz relevante devido à gravidade e alto potencial de mortalidade, com necessidade de rápido diagnóstico e tratamento. Portanto é de fundamental importância o conhecimento sobre os critérios clínicos e laboratoriais para o diagnóstico de SCT.

Comentários

Conforme apresentando ressaltamos a importância de diagnósticos diferenciais frente aos quadros de infecção puerperal para estabelecimento do tratamento adequado.

Referências Bibliográficas

1- SHARMA, H. et al. Clinical and Molecular Epidemiology of Staphylococcal Toxic Shock Syndrome in the United Kingdom - Volume 24, Number 2—February 2018 - Emerging Infectious Diseases journal - CDC. wwwnc.cdc.gov, v. 24, n. 2, fev. 2018.
2- WILKINS, A. L. et al. Toxic shock syndrome – the seven Rs of management and treatment. Journal of Infection, v. 74, p. S147–S152, jun. 2017.
3- BARROS, M. P. Staphylococcal toxic shock syndrome. Journal of Hematopathology, v. 16, n. 3, p. 189–190, 11 maio 2023.
4- HARRIS, K. et al. Outcomes and management of pregnancy and puerperal group A streptococcal infections: A systematic review. Acta Obstetricia et Gynecologica Scandinavica, v. 102, n. 2, p. 138–157, 12 jan. 2023.
5- TAYLOR, M.; PILLARISETTY, L. S. Endometritis. Disponível em: <https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31985918/>.

Área

Categoria Sylla Matos para o pôster de Obstetrícia

Instituições

Hospital Municipal Dr. José de Carvalho Florence - São Paulo - Brasil

Autores

ANNA HELENA METZKER JUNQUEIRA MACIEL, ISABELLY DOS SANTOS BELO, CASSIANO DOS SANTOS COUTINHO